Caritas in Veritate

Teresa de Lisieux, Manuscrito C:

 

"Só a caridade pode dilatar o meu coração, ó Jesus. Desde que essa doce chama o consome, corro alegre na via do vosso mandamento novo... Quero correr nela até ao dia bem-aventurado em que, unindo-me ao séquito virginal, poderei seguir-vos pelos espaços infinitos, cantando o vosso cântico novo que deve ser o do Amor."

publicado por Afonso Miguel às 16:10 | link do post | comentar