5 comentários:

Manuel Pinto de Rezende a 10 de Janeiro de 2011 às 00:08
Estive precisamente para escrever um comentário a esse post no mesmo sentido que Afonso. Penso que o farei mais tarde...
euro-ultramarino a 11 de Janeiro de 2011 às 00:07
Na mosca! 
António Bastos a 19 de Janeiro de 2011 às 10:33

Magnífico! É difícil ser mais preciso. Subscrevo de A a Z. No caso da Espanha não sei se se trata apenas de um "olhar impotente" do rei mas também conivente na medida em que nunca se lhe conheceu qualquer manifestação, por muito ténue e discreta que fosse, de descontentamento ou discordância com os tais "desvarios zapateristas". Aliás ainda recentemente alguém me dizia um amigo que ele ainda mesmo de ser coroado já tinha contactos com muitos dos políticos espanhóis da transição, como Filipe Gonzalez ou  Adolfo Suarez, traindo assim o que estava combinado com Franco.
Manuel Pinto de Rezende a 23 de Fevereiro de 2011 às 01:54

sobre o tal texto:
http://legitimismo.blogspot.com/2011/02/emailing-write1htm-as-attachment.html (http://legitimismo.blogspot.com/2011/02/emailing-write1htm-as-attachment.html)
Manuel Pinto de Rezende a 23 de Fevereiro de 2011 às 01:56

comentário ao texto do MCB:
http://legitimismo.blogspot.com/2011/02/emailing-write1htm-as-attachment.html (http://legitimismo.blogspot.com/2011/02/emailing-write1htm-as-attachment.html)