Da norma totalitária

Nem a propósito, o Miguel publicou este trecho certeiro de Dominique Venner:


 


«isso não é perceptível porque (...) uma única ideologia domina todas as representações, beneficiando de um monopólio que a transforma em norma. E essa norma discute-se tanto menos quanto utiliza em seu proveito uma retórica de tolerância moralmente gratificante que mascara a sua muito real intolerância em relação a tudo o que não seja ela própria».

tags:
publicado por Afonso Miguel às 23:32 | link do post | comentar