Da perseguição aos cristãos

Lendo a notícia que dá conta de que a "Administração Obama" e seu Departamento de Segurança incluem os opositores ao aborto e à imigração na lista dos perigosos extremistas de direita dedicados a "crimes de ódio" - novas que nos chegam pela acutilante denúncia do Rafael Castela Santos - não será de estranhar que a informação da recusa de alguns nomes para a representação diplomática norte-americana junto do Vaticano seja verdadeira.

Com diz o amigo d' A Casa de Sarto, "la persecución contra los cristianos será infernal. Estemos preparados. Y recemos."
publicado por Afonso Miguel às 09:57 | link do post | comentar