"Fassistas" larilas


Como a questão do "casamento" de gays e a futura ilegalização da posição moral da Igreja não me interessam minimamente - nem aos prelados portugueses, que preferem não levantar ondas e estar de bem com o governo - vejamos apenas a que estado chegou a besta democrática. O presidente do lobby homossexual, mui amigo do povo, diz que o referendo ao emparelhamento civil de paneleiros não é aceitável porque se trata de "uma maioria a decidir sobre os direitos de uma minoria"... E face a isto, há que questionar todo um novo fenómeno: temos "fassistas" larilas neste nosso Portugal?

publicado por Afonso Miguel às 14:21 | link do post | comentar