Não há folgas para ninguém

Segundo o novo calendário que a federação europeia distribuiu pelos estados membros, parece que não haverá Natal, Corpo de Cristo, Assunção ou Imaculada Conceição. Vai tudo trabalhar. E em nome da tolerância cristã que está na génese da nossa civilização humanista, passamos a ser fiéis cumpridores do jejum do Ramadão e celebramos a Páscoa judaica com pão ázimo. Pontes e descanso à pala da Igreja, nem vê-los. Apoiado.

publicado por Afonso Miguel às 00:51 | link do post | comentar